Zdjêcia

Photographer's Note

Por trás daquela janela
Por trás daquela janela
Faz anos o meu amigo
E irmão

Não pôs cravos na lapela
Por trás daquela janela
Nem se ouve nenhuma estrela
Por trás daquele portão

Se aquela parede andasse
Se aquela parede andasse
Eu não sei o que faria
Não sei

Se a minha faca cortasse
Se aquela parede andasse
E grito enorme se ouvisse
Duma criança ao nascer

Talvez o tempo corresse
Talvez o tempo corresse
E a tua voz me ajudasse
A cantar

Mais dura a pedra moleira
E a fé, tua companheira
Mais pode a flecha certeira
E os rios que vão pró mar

Por trás daquela janela
Por trás daquela janela
Faz anos o meu amigo
E irmão


Na noite que segue o dia
Na noite que segue o dia
O meu amigo lá dorme
De pé


E o seu perfil anuncia
Naquela parede fria
Uma canção de alegria
No vai e vem da maré


Por trás daquela janela
Por trás daquela janela
Faz anos o meu amigo
E irmão


Não pôs cravos na lapela
Por trás daquela janela
Nem se ouve nenhuma estrela
Por trás daquele portão

(Letra de uma canção"Por trás daquela janela" do nosso GRANDE Zeca Afonso que foi dedicada a um amigo"Alfredo Matos" que estava preso pela PIDE)

apazevedo oznaczy³ to zdjêcie jeko u¿yteczne

Photo Information
Viewed: 2442
Points: 12
Discussions
  • None
Additional Photos by Fernando Machado (fer) Gold Star Critiquer/Silver Workshop Editor/Gold Note Writer [C: 176 W: 16 N: 294] (1478)
View More Pictures
explore TREKEARTH